12 maus hábitos que acabam com a sua autoestima

Hoje estou aqui para te fazer uma pergunta importante: você sente a sua vida estacionada? Sente-se sem forças, sem motivação e sem ânimo para mudar o que precisa ser mudado e sair da zona de conforto que está te engolindo viva?

A resposta para isso pode estar em pequenos hábitos que você tem e que detonam a sua autoestima. Conheça quais são e caso identifique alguns que fazem parte da sua vida, chegou a hora de tomar uma atitude e elimina-los de vez, antes que te causem grandes problemas físicos e mentais.

1- se comparar aos outros: você já deve ter pensado ou sentido que 'a grama do vizinho é sempre mais verde'. Pois é. Muitas pessoas deixam de fazer coisas importantes, de realizar grandes conquistas porque se colocam em posição inferior: 'eu nunca conseguirei fazer como fulano', 'eu nem tento porque não tenho a habilidade do ciclano' e assim, vão minando planos, sonhos, objetivos e a própria autoestima. Você deve se espelhar nas pessoas que tem mais sucesso que você sim! Mas para modelar: entender o que ela faz, como faz, o que a move. O sucesso - seja ele em qual área for - deixa pistas. Siga as pistas que as pessoas que atingiram o sucesso que você deseja deixaram ao longo do caminho.

2- passar grande parte do seu tempo nas redes sociais: eu sei que muitas pessoas - inclusive eu - trabalha diretamente ligada às redes sociais. Mas como tudo, precisa haver um equilíbrio para que você não passe a viver num universo paralelo e fazer visitas esporádicas ao mundo real. Não precisa se desligar de tudo: precisa apenas colocar limites e segui-los sem desculpas.

3- ser perfeccionista: que nunca se pegou tentando fazer alguma coisa e fez repetidas vezes querendo que ficasse perfeita? Ser perfeccionista te faz ficar se cobrando por erros cometidos, mesmo que sejam bem pequenos. Ser perfeccionista gera stress, sensação de incapacidade, ansiedade e um tanto de outros sentimentos negativos dispensáveis. Focar somente no que está errado, faz com que você deixe de lado todas as boas coisas que já conquistou. Há uma frase que diz 'feito é melhor que perfeito'. Faça o ciclo andar! Quando você conclui uma tarefa, mesmo que não esteja perfeita, você deixa de olhar somente os erros e passa a olhar o aperfeiçoamento.

4- não ser grata: desenvolva o hábito de agradecer por todas as coisas boas da sua vida. Eu mesma, antes de levantar da cama agradeço a noite de sono, o descanso, o novo dia que nasceu. E assim, ao longo do dia, vou sendo grata mesmo às pequenas coisas, às pequenas conquistas. Olhar para o que nos falta e reclamar pode ser um grande vício que te empurra para uma espiral negativa. Mude isso imediatamente! Cada vez que pensar em reclamar, ao invés de deixar essa reclamação sair da sua boca, deixe fluir do seu coração um motivo de gratidão. Eu garanto que sua vida vai ser muito diferente.

5- esperar o momento perfeito: tenho certeza que também já sabe disso. Mas saber não quer dizer que você aplica, então, deixe de esperar o melhor lugar, o melhor dia, o melhor momento. Faça acontecer. Crie as suas oportunidades e aproveite.

6- conviver ao lado de pessoas negativas: quando você de afasta de pessoas que só olham o lado negativo das coisas, quando se afasta de pessoas que fazem piada dos seus sonhos e não acreditam que as coisas podem ser sempre melhores, a sua vida anda mais rápido. Mesmo que você não dê total atenção às pessoas que não contribuem para a sua jornada, o simples fato de saber que elas não acreditam no seu potencial é o suficiente para que a sua autoconfiança estremeça. Se são pessoas que não tem como ficar distante, procure conversar sobre assuntos diferentes, não entrar em detalhes, para que você sofra o menos de influência possível.

7- medo de pedir ajuda: muitas vezes você pode sentir vergonha de pedir ajuda para alguém mais experiente e com isso perde a chance de superar obstáculos com maior facilidade ou elevar seu nível de aproveitamento. Não tenha medo de pedir ajuda à pessoa certa, pois independente do que você precisa, alguém que conhece o processo, alguém que já passou pelo que está passando tem como te dar uma visão diferente da que você pode ter no momento.

8- ter medo das mudanças: as mudanças acontecem principalmente quando o lugar que estamos já não serve mais. Pode ser o lugar físico, o lugar emocional, profissional, social, entre tantos outros. O que deve ser muito claro é que as mudanças podem parecer assustadoras porque são imprevisíveis... mas achar que tem o controle da vida é ingenuidade. Nós não temos controle do que vai acontecer, do que vão fazer ou de como vamos reagir a qualquer situação. Se as mudanças chegarem, aproveite para desfrutar do processo, aprender e crescer com elas, pois geralmente quando chegam, é para nos dar algo maior e melhor.

9- não cuidar de si mesma: vou te dar um exercício agora. Quando se olha no espelho, o que vê? Uma pessoa que se cuida, que se ama, que tem tempo para o lazer, para o descanso? Uma pessoa que tem saúde e se valoriza? Quando não sobra tempo e nem recurso para cuidar o mínimo de você, o seu corpo vai cobrar o preço e os seus resultados vão ser impactados negativamente. Sua energia depende do equilíbrio, do seu descanso, da sua felicidade e satisfação de ser a pessoa que você é. Cuide-se e ame-se.

10- querer agradar todo mundo: não há problema algum em agradar as pessoas que você ama. O problema está quando isso deixa de ser espontâneo e se torna um estilo de vida. Aprenda a dizer não quando o que for pedido estiver além do seu alcance ou quando fazer o que a pessoa quer te incomoda de alguma forma. Não há sentido em agradar alguém ferindo você mesma. Deixar-se de lado é um sabotador cruel e perigoso.

11- ter objetivos sem planejamento: de nada adianta ter um objetivo e ter as ferramentas para atingi-lo se você não tem planejamento das suas ações. Você pode até achar perda de tempo planejar o que fará, mas verá que perderá muito mais tempo fazendo o que acha certo do que fazer quando tem certeza que é certo e a hora certa.

12- estabelecer metas e desafios muito pequenos: temos sempre que querer mais, desejar mais e sonhar mais. Ser ambiciosa não é algo ruim. Ganância é algo ruim. Quando somos ambiciosas e partimos na direção de sonhos cada vez maiores, sempre cuidamos para que não atropelemos ninguém durante a trajetória. A ambição é um grande impulsionador. Quando não temos motivação para correr atrás do que queremos, certamente é porque não queremos o bastante para valer a pena a energia que será gasta. Sonhe grande! Trace grandes objetivos e metas a curto, médio e longo prazo para atingi-los.

Um abraço, com todo amor e energia,
Dra Thelma Jorge


Life Coach

👉 Quer resgatar a sua vida e os seus relacionamentos? Tenho um curso básico para você mudar a sua rotina em 15 lições e ser muito mais próspera e feliz do que jamais imaginou!
Saiba mais clicando aqui: www.drathelmajorge.com.br



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os 7 vilões do seu sucesso

14 presentes para você se dar todos os dias